Os fios de sustentação são fios feitos com material compatível biologicamente, o que significa que não sofrem rejeição do corpo e também não mudam de lugar,. Podendo ser absorvíveis ou não pelo organismo.

Os fios de sustentação absorvíveis são os feitos de ácido polilático e os de PDO.

Os inabsorvíveis são os de polipropileno, também chamado de fio russo, que possui pequenas garrinhas, cujo formato parece com aquela garrinha que tem no anzol de pesca.

Para que é indicado o fio de sustentação?

O processo de envelhecimento é inevitável, não tem pra onde escapar! Neste processo, a pele vai ficando mais flácida e o colágeno que temos no rosto vai diminuindo. Isso faz com que as maçãs do rosto “caiam”, aí surge o bigode chinês e a gordura do rosto também cai, ficando com as bochechas caídas.

Os fios de sustentação vêm para ajudar essas situações incômodas, sendo recomendado nos casos de queda das seguintes áreas:

  •           ⅓ médio da face, que é a região das maçãs do rosto, nariz e bochechas;
  •           Supercílio;
  •           Contorno da mandíbula;
  •           Diminuição do volume malar;
  •           E para a flacidez que pode surgir no pescoço.

Como é feito o implante dos fios de sustentação?

O implante é feito utilizando apenas anestesia local, afinal, o procedimento é bem tranquilo. Através de cânulas bem pequenas, o fio é passado de um ponto à outro do rosto, por baixo da pele, de forma que os fios fiquem na camada de gordura.

Geralmente, são colocados de 4 a 8 fios de sustentação. A quantidade depende dos pontos que devem ser alterados e da flacidez da pele. Os furos feitos na pele fecham rapidamente, pois todos os materiais são bem delicados.

Quais são os resultados dos fios de sustentação?

Logo após a realização do procedimento, os resultados já são visíveis. Entretanto, o resultado final é observado em até 2 meses, pois é o tempo necessário para que os fios se acomodem na pele.

Ao mesmo tempo em que os fios fornecem a sustentação necessária para a pele, eles também estimulam a produção de colágeno na região. Isso potencializa o efeito do tratamento em volta deles, durando até 6 meses.

Os fios de seda e de ácido polilático são absorvidos pelo corpo, seu efeito dura aproximadamente 1 ano e meio, dependendo de cada paciente. Já os fios russos, que são de polipropileno, têm efeito duradouro e também depende dos cuidados e do organismo de cada paciente.