Todo mundo envelhece. Se não está velho ainda, um dia vai envelhecer. A questão é que independentemente da idade, o que caracteriza alguém como uma pessoa velha não é a idade que a certidão de nascimento denuncia, e sim, a forma como uma pessoa leva a vida! Entretanto, os sinais do envelhecimento chegam, inevitavelmente. Embora seja um processo completamente natural, as rugas, manchas e linhas de expressão podem incomodar muita gente e é por isso que alguns tratamentos surgiram: para rejuvenescer a aparência de quem quiser!

Um grande aliado para quem deseja um rosto mais bonito, mais harmônico, é o ácido hilurônico. Como agente preenchedor da pele, o tratamento com este ácido fica atrás apenas da toxina botulínica. E é por isso que falaremos dele hoje!

O que é o ácido hialurônico?

O ácido hialurônico já está presente no nosso organismo, preenchendo os espaços entre cada célula do corpo, consequentemente, podemos dizer que o ácido hialurônico está em todos os órgãos. A distribuição deste ácido no corpo não é uniforme: cada parte tem uma porcentagem diferente, mas é encontrado em maior proporção na pele – perto dos 50% da composição total! Esta é uma notícia muito boa, pois torna a substância biocompatível para quase todos os tipos de tratamento.

O ácido hialurônico presente no corpo vai diminuindo conforme o tempo, o que causa o surgimento de rugas. Isso porque este ácido cuida do volume da pele, além de ser o responsável pela elasticidade, hidratação e sustentação da mesma. Um dos melhores benefícios da aplicação da substância, é que o aspecto da pele fica muito mais bonito, pois o tônus muscular é melhorado e o rosto parece estar bem mais nutrido. Resultado final: rosto bonito e aparência saudável.

Para que o ácido hialurônico serve?

Além dos casos citados no tópico anterior, esteticamente, o ácido hialurônico serve para tratamentos muito conhecidos, como:

  •           Reposição do volume em certas áreas do rosto;
  •           Quem perdeu ou não possui mais o contorno do rosto e dos principais traços, pode utilizar o tratamento com ácido para obter ótimos resultados;
  •           Corrigir rugas em geral;
  •           Muito utilizado para preencher as rugas do lado do olho, o famoso “pé de galinha”;
  •           Preenchimento dos sulcos nasogenianos (“bigode chinês” – linha que vai do nariz até perto do lábio inferior);
  •           Preenchimento dos sulcos nasojugais, em outras palavras: olheiras;
  •           E também acabam com as rugas glabelares, que são aquelas que surgem entre as sobrancelhas e no nariz.

Quais são os primeiros cuidados a se tomar com o ácido hialurônico?

O primeiro cuidado de todos: a escolha do profissional! Digo isso porque a forma de obter e purificar o ácido hialurônico é muito, muito difícil e por isso, algumas vezes este ácido pode estar misturado à outras substâncias, como proteínas e mucopolissacarídeos. Então, o bom profissional deseja o melhor resultado para seu paciente, tentando um tratamento eficiente e eficaz em todas as etapas. Se tratando da substância a ser aplicada, podemos dizer que o profissional é de extrema importância para analisar as propriedades do ácido hialurônico, como:

  •           Características químicas;
  •           Risco de alergia;
  •           Custo final;
  •           Como o ácido foi obtido;
  •           Pureza;
  •           Viscosidade certa;
  •           Compatibilidade biológica, etc.

Todas essas características serão observadas à partir de uma análise clínica do paciente. Cada caso é um caso diferente e por isso, cada paciente é único! A escolha do profissional também é importante pois além de um bom produto, é preciso ter técnica, dar atenção, saber ouvir e além de tudo, saber fazer! Então dê uma olhada no resultado do especialista que você está querendo escolher, veja suas certificações e empatia. E claro, sinta-se sempre à vontade para contar conosco, pois estamos aqui para ajudar na beleza e saúde de cada um de nossos pacientes!